A importância dos cuidados paliativos na terceira idade

A importância dos cuidados paliativos na terceira idade 15 mar 2022

Por : Gran Giardino

A importância dos cuidados paliativos na terceira idade

Com o passar dos anos, a expectativa de vida da população brasileira aumentou e, além das alterações físicas e emocionais, também surgiram diversas mudanças sociais nesse período. Como sabemos, um dos principais efeitos do tempo é um predomínio de doenças crônico-degenerativas de evolução lenta, muitas vezes tratadas de maneira incorreta ou até negligenciadas, situação ainda mais comum na terceira idade. Neste contexto, entra em cena a importância dos cuidados paliativos, que são uma medida extremamente necessária.

É preciso reconhecer as necessidades dos idosos e tratá-los com o devido respeito, conscientizando toda a população sobre o assunto. Muitos profissionais de saúde desconhecem as principais técnicas utilizadas nos cuidados paliativos e, além disso, as informações sobre essa área de atuação são muito escassas.

Os cuidados paliativos promovem mais qualidade de vida, prevenção e alívio do sofrimento dos indivíduos acometidos por doenças e seus familiares. Você já conhece a importância dos cuidados paliativos na terceira idade? Continue lendo para saber mais sobre o assunto!

 

O que são os cuidados paliativos?

Conforme consta no Manual de Cuidados Paliativos, feito pela ANCP (Academia Nacional de Cuidados Paliativos), segundo a definição da Organização Mundial de Saúde – OMS, revista em 2002, “Cuidado Paliativo é uma abordagem que promove a qualidade de vida de pacientes e seus familiares, que enfrentam doenças que ameacem a continuidade da vida, através da prevenção e alívio do sofrimento. Requer a identificação precoce, avaliação e tratamento da dor e outros problemas de natureza física, psicossocial e espiritual”.

Ainda seguindo as definições da ANCP, “os Cuidados Paliativos baseiam-se em conhecimentos inerentes às diversas especialidades, possibilidades de intervenção clínica e terapêutica nas diversas áreas de conhecimento da ciência médica e de conhecimentos específicos”.

É uma abordagem que visa amenizar o sofrimento, tirando a cura do papel de protagonista e focando no bem-estar do paciente. Nesse cenário, uma equipe multidisciplinar (composta por médicos, fisioterapeutas, nutricionistas, fonoaudiólogos, enfermeiros e terapeutas ocupacionais) está unida, sempre com o objetivo de melhorar a qualidade de vida do paciente doente, e também de seus familiares, a fim de proporcionar mais dignidade e diminuição do sofrimento para todos eles.

 

Quando iniciar os cuidados paliativos em idosos?

Um idoso precisa de cuidados paliativos quando não consegue mais fazer tarefas simples sozinho e se torna dependente na maior parte do tempo, seja essa dependência total ou parcial. É indicado para pacientes que possuem uma doença sem possibilidade de reversão, como câncer avançado, insuficiência cardíaca, demência, entre outras.

Os cuidados paliativos não tratam apenas a dor, o objetivo é trazer conforto psicológico, além do físico, e promover mais qualidade de vida para que paciente e familiares possam viver da melhor maneira possível.

 

O tratamento no Brasil

No Brasil, ainda existe pouca informação e acesso aos cuidados paliativos. O nosso país ficou em 39º lugar, no ranking de 40 países, em um estudo publicado pela consultoria Economist Intelligence Unit, que analisou tratamentos paliativos para pacientes terminais.

É preciso evoluir e capacitar mais os profissionais da área acerca desse assunto, para que possam oferecer um atendimento mais humanizado e, consequentemente, melhorar o suporte aos familiares e pacientes que precisam dos cuidados paliativos.

Aqui, no Gran Giardino, nós fazemos a nossa parte! Possuímos diversos profissionais especializados em cuidados paliativos e, inclusive, a nossa médica responsável, Mariana Kairalla, é pós-graduada na área pelo Hospital Israelita Albert Einstein, atuando no cuidado de pacientes paliativos em sua rotina dentro e fora do nosso residencial.

Respeitamos a individualidade de cada hóspede e atuamos para o bem-estar de cada um deles, de acordo com as suas limitações e necessidades. Cuidar de maneira especial, com muito carinho, buscando melhorar a qualidade de vida e aliviar o sofrimento de cada um, esse é o nosso objetivo.

Quer conhecer mais sobre a completa estrutura de serviços que podemos oferecer ao seu familiar? Entre em contato conosco!

 

Fonte utilizada: Manual de Cuidados Paliativos ANCP. Ampliado e atualizado – 2ª edição.

Buscar no site

Newsletter

Envie o seu e-mail e receba sempre as novidades
do Gran Giardino Residencial Sênior.

    Gran Giardino Residencial Sênior - Gran Giardino Residencial Sênior

    Gran Giardino Residencial Sênior

    Nosso objetivo é promover longevidade, vitalidade e independência aos idosos, em um local amplo, aconchegante e seguro, com toda a infraestrutura necessária para a saúde e conforto de nossos hóspedes. Agende uma visita.

    Saiba Mais

    Fale Conosco