Câncer de próstata: a importância da prevenção

Câncer de próstata: a importância da prevenção 10 nov 2020

Por : Gran Giardino

Câncer de próstata: a importância da prevenção

Novembro é o mês da conscientização no diagnóstico precoce do câncer de próstata, doença que no Brasil é a segunda mais comum entre homens. Segundo o INCA (Instituto Nacional de Câncer), um homem morre a cada 38 minutos e estimam-se 65.840 casos novos para cada ano do triênio 2020-2022. Esse valor corresponde a um risco estimado de 62,95 casos novos a cada 100 mil homens. O problema é mais comum acima de 50 anos e 75% por cento dos casos ocorrem a partir dos 65 anos.

A próstata é uma glândula que só o homem possui e que se localiza na parte baixa do abdômen. Ela é um órgão pequeno, tem a forma de maçã e se situa logo abaixo da bexiga e à frente do reto (parte final do intestino grosso). A glândula prostática envolve a porção inicial da uretra, tubo pelo qual a urina armazenada na bexiga é eliminada. Sua função é produzir um líquido espesso que faz parte do sêmen (30% do volume ejaculado durante o ato sexual) e protege os espermatozoides.

O câncer de próstata cresce lentamente, podendo levar cerca de 15 anos para atingir 1 cm³, e não costuma apresentar sintomas. Porém, em estágios mais avançados, pode causar sintomas como dificuldade para urinar, sensação de não conseguir esvaziar totalmente a bexiga, presença de urina com sangue e dor óssea, principalmente na região das costas, devido à presença de metástase.

Os fatores de risco para o desenvolvimento da doença estão associados a genética familiar, fatores hormonais e ambientais, hábitos alimentares (dieta rica em gorduras e pobre em verduras, vegetais e frutas), sedentarismo e excesso de peso.

A importância da prevenção

A detecção precoce do câncer é uma das estratégias para encontrar o tumor na fase inicial e assim possibilitar a melhor opção de tratamento. Ela é feita por meio da investigação, com exames clínicos, laboratoriais ou radiológicos, em homens que apresentam sinais ou sintomas da doença.

O diagnóstico é feito por meio do exame de toque retal, analisando o tamanho da glândula prostática na região pélvica e por meio do exame de sangue, medindo a dosagem do PSA (antígeno prostático específico) proteína produzida pela próstata.

Caso seja constado o aumento da glândula e o PSA alterado, o próximo passo é a realização de uma biópsia para averiguar a presença de um tumor e detectar se ele é maligno. Para a doença localizada (que só atingiu a próstata), cirurgia, radioterapia e, até mesmo, observação vigilante podem ser oferecidos como tratamento. Para a doença metastática (que atingiu outras partes do corpo), o tratamento mais indicado é a terapia hormonal.

Os exames e os tratamentos, estão disponíveis na rede pública SUS (Sistema Único de Saúde) e podem ser solicitados por urologistas e proctologistas.

Agora que você já sabe a importância da prevenção, que tal passar essa conscientização adiante?!

Novembro Azul, o Gran Giardino apoia essa causa!

 

Referencias

https://www.inca.gov.br/tipos-de-cancer/cancer-de-prostata
https://drauziovarella.uol.com.br/doencas-e-sintomas/cancer-de-prostata/https://drauziovarella.uol.com.br/ambulatorio/exames/toque-retal-exame-de-toque/

Buscar no site

Newsletter

Envie o seu e-mail e receba sempre as novidades
do Gran Giardino Residencial Sênior.

Gran Giardino Residencial Sênior - Gran Giardino Residencial Sênior

Gran Giardino Residencial Sênior

Nosso objetivo é promover longevidade, vitalidade e independência, com uma sede ampla, aconchegante e segura, em um terreno repleto de árvores, com toda a infraestrutura necessária para a saúde e conforto dos hóspedes. Agende uma visita.

Saiba Mais

Fale Conosco